quarta-feira, 28 de outubro de 2009

E o país mais feliz do mundo é... (II)

Na Costa Rica a maioria das pessoas vivem em casas ao nível daquilo que nós consideraríamos barracas. Sao vazias, nao sao aquilo a que nós chamamos "decoradas". Umas nao tem sofá, outras nao tem televisao, devem ser poucas as que tem playstation.
O desemprego e a crise também chegaram aqui. Ter uma mota é um luxo, nao conhecemos ninguém que tivesse carro.
Estudar é difícil, custa dinheiro e as escolas sao longe.
Uma crianca nem sempre tem um bolo de aniversário, muito menos uma prenda.
No entanto quando perguntamos a alguém "¿Como está?", nunca ouvimos um "Vai-se andando". Sorriem sempre.
Tento recordar-me de ouvir um Tico queixar-se de qualquer coisa e nao me lembro.
Podemos falar-lhes das muitas coisas que temos, de como os outros países sao evoluídos, mas eles amam a sua Costa Rica.
Ocupam com naturalidade largas horas em autocarros a caír aos pedacos para irem á cidade comprar tudo aquilo que o micro supermercado da aldeia nao tem.
De certeza que gostavam de ter mais "coisas", mais dinheiro, um emprego melhor, mas eles sao simplesmente Pura Vida!
Estranho. Se nao estivesse aqui a viver isto nao acreditava...

1 comentário:

anthocharis disse...

É um cenário diferente, pois o luxo e comodidade ñ vêm em primeiro lugar - e ainda bem. Dão prioridade a outras coisas e concerteza às pequeninas coisas e ñ precisam de mais para serem Felizes. E isso é muito bom, é essencial ter uma mentalidade positiva.

No nosso País, então, deve de haver um poço de lamentações! Toda a gente se queixa, acabando por ñ viver a vida (ñ é tão pura como essa aí, é claro).