terça-feira, 18 de agosto de 2009

Coisas que aqui não existem

- Guardanapos e facas: para quê a faca se podes usar a mão? E os guardanapos são um desperdício enorme de papel, logo se tens a boca suja, limpas à camisola que já por sí estará suja de certeza…
- Banho de água quente: Impensável! 30 segundos depois de saír do duche já estamos a suar outra vez, tomar banho de água quente?!
- Vento: Que saudades de sentir uma suave brisa marinha, ou mesmo um vento forte.
- Andar calçado em casa: Andar calçado em casa significa sujar a casa toda com a lama que constantemente estamos a pisar. Por isso seja na nossa cabana, na casa dos voluntários ou na casa do Marcos, os sapatos (normalmente galochas) ficam à porta.
- Dormir sozinho(s): Seja uma aranha gigantesca, um gecko ou um morcego, nunca estamos sozinhos na hora de dormir.

Quando abandonamos a nossa cabana de manha somos substituidos por este durante o dia...

5 comentários:

nuno brolock disse...

E já agora, para quê usar garfos ou mesmo papel higiénico?

Em relação ao "vento", penso que o Berga é homem para solucionar essa falha...pode é ser um "vento" a roçar o fedorento....

Dormir acompanhado?! Eu aí era incapaz de pregar olho!

Cláudia L. disse...

Eh pá, eh pá! Morcegada é que não!
Adorei este post! :)

Rui Francisco "Loia" disse...

Tenham cuidado, nessa parte do mundo existe um problema com os morcegos. Eles são portadores de raiva. É claro se não forem incomodados é muito fraca a probabilidade de algo acontecer.

Abraços, Loia

Daniela disse...

Oi Lóia :) Obrigada pelo conselho de "expert"! Vamos ter isso em atençao, mas por enquanto o morceguito nao quer nada connosco...

Cátia disse...

Certamente que essas pequenas coisas - como a falta de guardanapos e o duche de água fria - ñ afectam o vosso dia-a-dia. No entanto, confesso que dormir acompanhada por esses bicharocos todos ñ me é nada reconfortante ;)